Sangue Humano


O que é

O sangue é um tecido conjuntivo líquido, produzido na medula óssea vermelha, que flui pelas veias, artérias e capilares sanguíneos dos animais vertebrados e invertebrados. O sangue é um dos três componentes do sistema circulatório, os outros dois, são o coração e os vasos sanguíneos.

Funções

É responsável pelo transporte de substâncias (nutrientes, oxigénio, gás carbónico e toxinas), regulação e protecção do nosso organismo.

Composição do sangue

Nele encontramos o plasma sanguíneo, responsável por 66% de seu volume, além das hemácias, dos leucócitos e das plaquetas, responsáveis por aproximadamente 33% de sua composição.

A maior parte do plasma sanguíneo é composta por água (93%), daí a importância de sempre nos mantermos hidratados ingerindo bastantes líquidos. Nos 7% restantes encontramos: oxigénio, glicose, proteínas, hormonas, vitaminas, gás carbónico, sais minerais, aminoácidos, lipídios, ureia, etc.

Os glóbulos vermelhos, também conhecidos como hemácias ou eritrócitos, transportam o oxigénio e o gás carbónico por todo o corpo. Essas células duram aproximadamente 120 dias, após isso, destroem-se (apoptose) e são repostas pela medula óssea.

Os glóbulos brancos, também chamados de leucócitos, são responsáveis pela defesa de nosso corpo. Protegem nosso organismo contra a invasão de micro organismos indesejados (vírus, bactérias e fungos). De forma bastante simples, podemos dizer que eles são nossos "soldadinhos de defesa".

As plaquetas são fragmentos de células, presentes no sangue, que realizam a coagulação, evitando assim perda excessiva de sangue (hemorragia).

Geralmente agem quando os vasos sanguíneos sofrem danos. Um exemplo simples é o caso de uma picada de agulha, onde se observa uma pequena e ligeira perda de sangue que logo é estancada, isto ocorre graças ao tampão plaquetário.

Curiosidade:

- O ramo que estuda o sangue e as suas doenças é a hematologia

Fonte: Toda Biologia.com

::: As informações contidas nestas páginas são resultado de pesquisas bibliográficas desenvolvidos pelo autor. Contudo, não deverão ser usadas como diagnóstico, pois cada caso terá a sua especificidade. Consulte sempre um profissional de saúde. ::: www.facebook.com/alquimiadoeu.eu  :  miguel.laundes@gmail.com  :  © Miguel Laúndes, 2021
Desenvolvido por Webnode
Crie o seu site grátis!