Refluxo gastroesofágico, algumas orientações


O refluxo ácido ou DRGE (doença do refluxo gastroesofágico) é o retorno do alimento consumido do estômago para o esófago e em direcção à boca, causando dor e inflamação. Isso acontece quando, a válvula, cárdia que deveria impedir que o ácido do estômago saísse do seu interior, não funciona de forma adequada.

imagem do Google
imagem do Google

Azia

Quando o alimento, que possui teores de ácidos, bílis e sucos pancreáticos retornam de volta para o esófago, causando problemas que persistem por várias vezes na semana.

imagem do Google
imagem do Google

Sintomas

Rouquidão, sensação de que a comida fica pesada no estômago, ardor, irritação, náusea, tosse, chiado no peito, sintomas de asma e o esmalte dos dentes corroído. Também aumentam as probabilidades de cancro de esófago.

Para prevenir a azia, evite alimentos e bebidas que possam desencadear seus sintomas. Alguns deles são: chocolate, álcool, nicotina, cafeína e alimentos condimentados e gordurosos.

Alguns remédios naturais para tentar ajudar quando acontecer um ataque ocasional de refluxo ácido:

1. Perca peso. Estudos mostram que perder 10% de gordura corporal pode melhorar os sintomas de refluxo ácido.

2. Comece uma dieta contra o refluxo. Para isso, deve evitar os alimentos citados anteriormente. Porém, os alimentos que fazem bem ou mal podem variar de acordo com a pessoa. Preste atenção nos sintomas e no que come todos os dias.

3. Comece seu dia com um copo de água morno, o sumo de 1 limão fresco, raspas da casca e uma pitada de sal grosso ou do Himalaia. Tome esta bebida de estômago vazio, uns 15 ou 20 minutos antes de se alimentar. Dessa forma, o organismo consegue equilibrar naturalmente seus níveis ácidos, o que ajuda consideravelmente o processo digestivo.

4. Coma amêndoas cruas. Equilibra o pH da região, além de ser uma boa fonte de cálcio.

5. Tome uma colher de sopa de bicarbonato de sódio em meia chávena de água. Não é saboroso, mas é eficaz, pois diminui a acidez do estômago. Utilize apenas em situação de emergência, pois não se pretende alterar o pH do estômago permanentemente.

6. Tome de 1 a 2 colheres de chá de vinagre de maçã diariamente antes do almoço e do jantar. Activa as enzimas digestivas e auxilia no processo natural do metabolismo dos alimentos.

7. Coma uma maçã vermelha após as refeições que não caíram bem.
Rica em fibras solúveis, a maçã ajuda a regular o intestino, tem agentes cicatrizantes que auxiliam em casos de azia, gastrite e úlceras, e actuam na mucosa do sistema digestivo.

8. Tome chá de camomila, hortelã ou feno-grego. Estes chás ajudam a reduzir sintomas de refluxo.

9. Beba chá de gengibre. O gengibre age como um agente anti-inflamatório e calmante no estômago, podendo ajudar com a náusea e com os vómitos. Para fazer um chá, corte cinco rodelas de raiz de gengibre fresco e adicione-as em água. Após levantar fervura mantenha no lume por cerca de 10 minutos.

Consuma este chá quando quiser, mas de preferência meia hora antes de ingerir comida.

10. Utilize óleo de coco. Esta substância possui propriedades anti bacterianas que ajudam a combater a azia. Essa pode ser a razão pela qual as infecções estomacais crónicas causadas pela H. pylori respondem bem a essa substância. A bactéria H. pylori, está normalmente associada à esofagite.

Tome meia colher de sopa de óleo de coco puro, três vezes ao dia. Se desejar, aumente a dose para uma ou duas colheres de sopa três vezes ao dia.

Pare três dias após o desaparecimento dos sintomas.

11. Tome probióticos. Os probióticos são misturas de variedades de bactérias normalmente encontradas no intestino, que podem incluir a levedura Saccharomyces boulardii, culturas de lactobacilos e bifidobactérias. Essas bactérias benignas tendem a melhorar o bem-estar geral, auxiliam a saúde estomacal e são encontradas naturalmente nos intestinos.

12. Levante ligeiramente a cabeceira da cama. Levantar nas pernas da cabeceira da cama entre 12 e 15 cms. Tomemos como exemplo uma garrafa meia de água: se a colocarmos completamente na horizontal, a água vai inundar o gargalo, se diminuirmos o ângulo, a água não vai chegar ao mesmo.

13. Procure dormir virado para o lado esquerdo. De acordo com um estudo, dormir do lado direito pode causar um aumento de refluxo dos ácidos estomacais para o esófago. Resulta da configuração anatómica do estômago, o qual, cria uma espécie de bolsa para o lado esquerdo.

14. Stress e boa saúde psicológica e física não combinam. Tente relaxar ao longo do dia. Entenda que estados de ansiedade, alteram a homeostase (capacidade do organismo apresentar uma situação físico-química característica e constante), necessária para um bom funcionamento do organismo.

15. Depois de comer, esperar pelo menos 3 horas para se deitar. Vai dar o tempo necessário para que o estômago processe a comida ingerida convenientemente.

16. Parar de fumar, não usar roupas apertadas, não praticar exercício logo após uma refeição.

::: As informações contidas nestas páginas são resultado de pesquisas bibliográficas desenvolvidos pelo autor. Contudo, não deverão ser usadas como diagnóstico, pois cada caso terá a sua especificidade. Consulte sempre um profissional de saúde. ::: www.facebook.com/alquimiadoeu.eu  :  miguel.laundes@gmail.com  :  © Miguel Laúndes, 2021
Desenvolvido por Webnode
Crie o seu site grátis!