Indigestão


A prescrição de medicamentos antiácidos está batendo recordes, com 57 milhões de prescrições no Reino Unido no último ano. Uma em cada cinco pessoas tem problemas digestivos. Os inibidores da bomba de prótons são os mais comumente prescritos (PPI estas drogas geralmente acabam em 'azol'), que bloqueiam a produção de ácido do estômago. De facto,estes medicamentos podem proporcionar um alívio para aqueles com indigestão ácida e azia, não obstante, poderão gerar efeitos colaterais terríveis de curto e longo prazo. Muitas pessoas se sentem mal com esses medicamentos, mas o risco real é de longo prazo. Sem acidez suficiente no estômago, a absorção da vitamina B12 fica deficitária e, sem um bom aporte no organismo de vitamina B12, o risco de demência aumenta exponencialmente.
Sem efeitos colaterais, prescrever enzimas digestivas para pessoas com problemas digestivos seria o aconselhável. É um primeiro passo óbvio e funciona. Em um estudo, pessoas que tomaram enzimas digestivas, reduziram seus sintomas de indigestão em 90% em comparação com os placebos dados, que diminuíram sua taxa de indigestão em 22%.

Outro tratamento eficaz são os probióticos. Suplementar com duas cepas de bactérias benéficas, Lactobacillus acidophilus e bifidobactérias, tem efeitos muito positivos na digestão. Ajudam na prisão de ventre, diarreia e na síndrome do intestino irritável, reduzindo a distensão abdominal. Alguns suplementos combinam enzimas digestivas com bactérias benéficas. Também é útil a glutamina, um aminoácido que alimenta as células que compõem o trato intestinal.

No entanto, mesmo estes, não irão funcionar se continuar a comer alimentos aos quais for intolerante. Muitas pessoas não sabem que são intolerantes a alimentos como trigo, leite e fermento frequentemente ingeridos. Estes provocam uma reacção inflamatória no estômago que pode levar à indigestão e azia. Em um estudo de cinco mil pessoas à intolerância alimentar no yorktest.com, evitando os alimentos suspeitos, 80% notaram uma melhoria significativa em seus sintomas digestivos.

A combinação de uma dieta livre de alimentos que provocam intolerância com os suplementos de suporte digestivos certos, é no mínimo, tão eficaz quanto medicamentos, mas sem os efeitos colaterais.

Fonte: www.patrickholford.com/advice/nutrients-that-work-better-than-drugs?utm_medium=email&utm_source=transactional&utm_campaign=PH+Nutrients+Better+1.a+09.06.2015

::: As informações contidas nestas páginas são resultado de pesquisas bibliográficas desenvolvidos pelo autor. Contudo, não deverão ser usadas como diagnóstico, pois cada caso terá a sua especificidade. Consulte sempre um profissional de saúde. ::: www.facebook.com/alquimiadoeu.eu  :  miguel.laundes@gmail.com  :  © Miguel Laúndes, 2021
Desenvolvido por Webnode
Crie o seu site grátis!