Fígado, alimentos que o alimentam


O fígado é muito importante, pois trata-se da maior glândula do corpo. Sem um fígado, uma pessoa não pode sobreviver. O fígado tem a função de desintoxicar o sangue para se livrar de substâncias nocivas (como drogas, álcool e outras toxinas), fornecer vitaminas e ferro ao corpo, usar o açúcar como fonte de energia quando os níveis estiverem abaixo do necessário, produzir a bile (substância necessária para digerir gorduras), dividir a hemoglobina bem como a insulina e outras hormonas e eliminar os glóbulos vermelhos inactivos.

O fígado é um jogador-chave no sistema digestivo do organismo. Tudo o que se ingere ou bebe irá passar através do fígado. O fígado fica situado sob a caixa toráxica inferior do lado direito. Não é complicado manter o fígado em bom estado, mas existem certos cuidados que se deve ter para não comprometer o seu bom funcionamento. Em baixo está uma lista de coisas a evitar e outra lista com alimentos bons para o fígado.

Alimentos que o fígado dispensa

  • Evitar o álcool: O álcool pode danificar as células do fígado, levando à cirrose que pode ser mortal. O consumo moderado de álcool é definido como até um copo por dia para mulheres e até dois copos por dia para homens.

  • Realizar uma dieta saudável e fazer exercício físico regular: O excesso de peso, diabetes ou os altos níveis de gordura no sangue também podem levar à cirrose. Caso esteja acima do peso,  essa doença pode ser evitada com uma dieta equilibrada e a prática regular de actividade física.

  • Ficar longe de medicamentos que prejudicam o fígado: Químicos para o colesterol e o acetaminofeno analgésico (Tylenol) podem ser tóxicos para o fígado se consumidos por um longo período de tempo ou em grande quantidade de uma única vez. Determinadas combinações de remédios podem ser tóxicas para o fígado, ainda mais quando combinados ao consumo de álcool. Cuidado para não extrapolar a dosagem indicada na bula, nem misturar com bebidas alcoólicas em casos em que é proibido o consumo.

  • Fugir da hepatite: A hepatite é um vírus que ataca o fígado e o torna inflamado. Existem vários tipos diferentes. A hepatite A é transmitida através do consumo de água ou alimentos contaminados por bactérias encontradas nas fezes. A hepatite B e C são transmitidas através do sangue e fluídos corporais. Se não tratada, pode levar à cirrose, câncer de fígado e insuficiência hepática. Lavar as mãos com frequência, bem como evitar lugares sem higiene podem prevenir a hepatite A. Para prevenir a hepatite B e C, não compartilhar itens como escovas de dentes, lâminas de barbear ou agulhas e usar preservativos nas relações sexuais.

  • Não tocar nem aspirar produtos tóxicos: Produtos de limpeza, aerossóis, insecticidas, produtos químicos e aditivos dos cigarros contêm toxinas que podem danificar as células do fígado. Evitar o contacto directo com eles e evitar fumar.

  • Ter cuidado com as ervas e suplementos dietéticos: Algumas combinações de ervas e suplementos alimentares não estão sujeitas ao mesmo processo de fabricação de medicamentos autorizados e alguns deles podem prejudicar o fígado

Alimentos que o fígado agradece

  • Beterraba e cenoura: As cenouras são ricas em glutationa, uma proteína que ajuda a desintoxicar o fígado. Ambas são extremamente ricas em flavonóides e beta-caroteno. Consumir sumos de cenoura e beterraba pode ajudar a estimular e melhorar a função global do fígado.

  • Tomate: Por conterem grandes quantidades de glutationa. Por serem ricos em licopeno, protegem contra o câncer de mama, pele e pulmão.

  • Toranja: A toranja é outra fonte de glutationa que promove a limpeza do fígado. É também rica em vitamina C e antioxidantes que aumentam a produção das enzimas que contribuem para a desintoxicação do fígado e aumentam o processo natural de limpeza do organismo.

  • Espinafre: O espinafre é uma fonte importante de glutationa que realiza a faxina no fígado;

  • Frutas cítricas: Limão e laranja são alimentos bons para o fígado pois contêm quantidades muito elevadas de vitamina C, que ajuda a estimular o fígado e a sintetizar produtos tóxicos em substâncias que podem ser absorvidas pela água.

  • Repolho: Os isotiocianatos feitos a partir de glucosinolatos do repolho fornecem enzimas hepáticas desintoxicantes que ajudam a eliminar as toxinas.

  • Cúrcuma: A cúrcuma é um tempero que ajuda a desintoxicar o fígado. Isso é feito através do apoio de enzimas que eliminam os carcinogénios alimentares.

  • Noz: Por serem boas fontes de glutationa, ómega-3 e o aminoácido arginina, que actuam na limpeza do fígado, especialmente na desintoxicação de amónia.

  • Abacate: Rico em nutrientes, o abacate ajuda o corpo a produzir a glutationa.

  • Maçã: São ricas em pectina e outros produtos essenciais para limpar e liberar toxinas a partir do trato digestivo. As maçãs servem de neutralizadores da carga tóxica durante o processo de limpeza.

  • Couve de Bruxelas: Rica em enxofre e antioxidantes, que obrigam o fígado a libertar enzimas que bloqueiam os danos causados ​​por toxinas ambientais ou alimentares.

  • Alho: Por ter muito enxofre, o qual, activa enzimas do fígado na eliminação de toxinas do corpo. O alho contém ainda quantidades elevadas de alicina e selénio, dois compostos naturais que auxiliam na limpeza do fígado.

  • Dente de leão: O chá de dente de leão auxilia o fígado na quebra de gorduras, produzindo aminoácidos e, geralmente, livrando-o de toxinas.

  • Vegetais de folhas verdes: Vegetais verdes são extremamente ricos em clorofila, que aumentam a produção da bile, neutraliza os metais pesados, produtos químicos e pesticidas, reduzindo a carga desses compostos no fígado.

  • Outros vegetais: Brócolos e couve-flor ajudam a aumentar a produção de enzimas glucosinolatos em seu sistema, que consequentemente auxiliam na eliminação de substâncias cancerígenas e outras toxinas.

  • Aspargo: Aspargo é um diurético natural que ajuda no processo de limpeza e ajuda na desintoxicação do fígado e dos rins

  • Chá Verde: Rico em antioxidantes conhecidos como catequinas, às quais, se lhe reconhece um forte auxílio na função hepática.

  • Azeite: Óleos orgânicos como azeite, óleo de côco, cânhamo e óleo de linhaça são alimentos óptimos para o fígado, pois fornecem uma base líquida que pode sugar toxinas nocivas no organismo.

  • Grãos: Como quinoa, milho e trigo-sarraceno podem auxiliar na desintoxicação do fígado e metabolização de enzimas.


::: As informações contidas nestas páginas são resultado de pesquisas bibliográficas desenvolvidos pelo autor. Contudo, não deverão ser usadas como diagnóstico, pois cada caso terá a sua especificidade. Consulte sempre um profissional de saúde. ::: www.facebook.com/alquimiadoeu.eu  :  miguel.laundes@gmail.com  :  © Miguel Laúndes, 2021
Desenvolvido por Webnode
Crie o seu site grátis!