Erva de cevada verde

A erva de cevada tem-se mostrado promissora na prevenção e combate às células cancerígenas, devido à presença de enzimas específicas. Apresenta um baixo índice glicémico, elevado teor em proteína vegetal sem gordura, vitaminas e minerais, fibra e clorofila, nutrientes que favorecem a perda de peso.

É uma fonte concentrada de nutrientes. Contém uma ampla variedade de vitaminas e minerais necessários para uma boa saúde. Contém 30 vezes mais vitamina B1 e 11 vezes mais cálcio do que o leite de vaca, 7 vezes mais caroteno e 5 vezes mais ferro do que os espinafres, 7 vezes mais vitamina C do que a laranja. O pó da erva de cevada contém vitaminas B2, B6, B12, ácido fólico, vitamina E, vitamina K, cobre, magnésio, manganês, fósforo e potássio. Fornece ainda dezoito aminoácidos, incluindo todos os aminoácidos essenciais que o corpo humano não consegue produzir e que têm de ser fornecidos através da alimentação ou suplementação, sendo um alimento essencial para vegetarianos.

imagem do Google
imagem do Google

O pó de erva de cevada é uma fonte de clorofila, com propriedades importantes na desintoxicação do organismo. Aliás, muitos dos benefícios da erva de cevada vêm do seu alto teor em clorofila. A clorofila é um fitoquímico que dá às folhas, plantas e algas a sua tonalidade verde, sendo o ingrediente das plantas equivalente à hemoglobina do sangue (pigmento presente nos glóbulos vermelhos que permite o transporte de oxigénio através do sistema circulatório). A clorofila é essencial para a fotossíntese que é a base de toda a vida das plantas, permitindo que estas convertam a luz solar em energia. Vários estudos referem que esta substância tem propriedades desintoxicantes e capacidade para remover toxinas do corpo.

A erva de cevada tem-se mostrado promissora na redução de células cancerosas e na prevenção de vários tipos de cancro. Acredita-se que esta acção é devida aos elevados níveis de antioxidantes presentes na erva de cevada, em particular, um antioxidante muito potente que é chamado de alfa-tocoferol. Como tal, é também adequada para reduzir os sinais de envelhecimento, ajudando à reparação das células danificadas.

A erva de cevada é uma fonte de uma enzima chamada de super óxido dismutase (SOD), que é uma das defesas mais poderosas contra moléculas quimicamente reactivas (radicais livres) que danificam as células e estão associadas ao aparecimento de cancro. Os radicais livres invadem o corpo através de pesticidas e herbicidas, deficiências nutricionais, lesões, raios UV metais tóxicos, etc. A SOD actua como um antioxidante ajudando o organismo a reparar-se rapidamente. Esta enzima tem sido reconhecida por retardar os efeitos do envelhecimento e reduzir a inflamação.

Um biólogo com o nome de Yasuo Hotta, da Universidade da Califórnia, em La Jolla, encontrou outro composto extraordinário na erva de cevada: o anticorpo P4D1, a primeira substância conhecida por estimular a reparação do ADN das células. A P4D1 tem duas acções importantes: por um lado, torna possível às células doentes curarem-se a si próprias para que possam continuar a produzir células saudáveis. Por outro lado, uma acção ainda mais surpreendente foi demonstrada em testes de laboratório. Este super anticorpo ataca as células malignas para que os glóbulos brancos as possam combater e destruir. O P4D1 impede a carcinogénese (processo no qual, células saudáveis se transformam em células cancerígenas), o envelhecimento, mantendo ainda as células em bom estado de conservação. Yasuo Hotta relatou as suas descobertas na Associação de Ciência e Farmácia do Japão. O relatório incluiu o seguinte: "O P4D1 suprime ou cura a pancreatite, a estomatite e inflamação da cavidade bucal, dermatite e lacerações no duodeno". Esta substância tem uma forte acção anti-inflamatória, podendo ser superior à das drogas esteróides, mas sem efeitos colaterais.

O Dr. Howard Lutz, director do Instituto de Medicina Preventiva, em Washington, DC referiu: "a erva de cevada é um dos produtos mais incríveis desta década".

O pó de erva de cevada é tradicionalmente utilizado como auxiliar no restauro do organismo para níveis óptimos de alcalinidade. Os teores de cálcio e de potássio presentes na erva de cevada fazem com que esta seja muitas vezes referida como um "alimento alcalino". Os alimentos alcalinos corrigem a acidez excessiva no corpo, que está associada a diversas doenças degenerativas, tais como artrite e osteoporose.

A exposição ao stress, toxinas e alguns alimentos ácidos, aumentam o nível de acidez do corpo dando origem a fadiga e outros sintomas. O teor alcalino da erva de cevada resolve este problema proporcionando um aumento de energia.

A erva de cevada é um dos poucos alimentos ricos em glicosaminoglicanos (GAG), que compõem o fluido lubrificante presente nas articulações do corpo e que é vital para a sua performance eficaz. Os GAG também estão presentes no tecido conjuntivo, tendões e cartilagens do corpo humano. A erva de cevada optimiza a articulação adequada e a função dos tendões.

A erva de cevada é um verdadeiro super alimento que proporciona uma infinidade de benefícios para saúde.

A erva de cevada contém mais de 50 vitaminas e minerais diferentes. É obtida a partir das folhas jovens da cevada proporcionando vastos benefícios à saúde.

  • Desintoxicação e purificação do corpo

  • Ajuda a equilibrar os níveis de alcalinidade do organismo

  • Artrite

  • Osteoporose

  • Redução de estados inflamatórios

  • Aumenta o nível de energia

  • Reduz os sinais de envelhecimento

  • Ajuda a reparar as células danificadas

  • Ajuda a prevenir as doenças degenerativas

  • Combate os radicais livres

  • Aumenta a contagem de glóbulos vermelhos no sangue

  • Auxilia a digestão

  • Melhora a memória e a capacidade de concentração

SUMO DETOX

  • 1 maçã

  • 1 laranja

  • 1 colher de chá de pó de Erva de Cevada

SUMO PURIFICANTE

  • 1 colher de chá de pó de Spirulina

  • 0,5l de sumo de laranja natural

  • ½ colher de chá de pó de Erva de Cevada

  • ½ colher de chá de pó de Erva de Trigo

::: As informações contidas nestas páginas são resultado de pesquisas bibliográficas desenvolvidos pelo autor. Contudo, não deverão ser usadas como diagnóstico, pois cada caso terá a sua especificidade. Consulte sempre um profissional de saúde. ::: www.facebook.com/alquimiadoeu.eu  :  miguel.laundes@gmail.com  :  © Miguel Laúndes, 2021
Desenvolvido por Webnode
Crie o seu site grátis!