Cominhos


Algumas especiarias e ervas aromáticas, além de darem sabor aos pratos, podem ajudar a acelerar o metabolismo e a queimar gordura. É por isso que, quem está a tentar perder peso, deve começar a incluir algumas delas nos seus cozinhados. Os cominhos fazem parte da lista.

Esta planta, da família apiaceae, pode ser útil na perda de peso, bem como na redução da gordura corporal e do colesterol.

Ajuda, ainda, a regular os níveis de glicémia, o que faz com que se reduza o desejo por hidratos de carbono e aumente a sensação de saciedade.

No que diz respeito ao seu valor nutricional, seis gramas de cominhos significam 22 calorias, um grama de gordura, três de hidratos de carbono e um de proteínas. Já o nível de colesterol é nulo.

Por ter grandes quantidades de fibras na sua composição, os cominhos aumentam a sensação de saciedade.

Tenha cominhos sempre em casa.

Outros benefícios

O facto de esta especiaria ser rica em vitamina C, ajuda no tratamento contra inflamações e a manter a saúde da pele. Os cominhos também possuem fibras que facilitam a digestão, o que pode diminuir a sensação de barriga inchada.

Já o ferro, bem como aquela vitamina, podem ser úteis no combate a infecções. Por outro lado, reforçam o sistema imunitário.

Mas há mais: o cálcio presente neste alimento ajuda a fortalecer os ossos.

Como pode usar esta especiaria

Normalmente, as suas sementes são usadas inteiras ou moídas, transformando-se o cominho em pó, que é usado como um tempero em vários pratos.

Esta especiaria fica bem com quase tudo, seja na carne ou nos legumes salteados. Tenha apenas atenção à quantidade usada, já que o seu sabor é forte e característico.

Outra forma simples de incluir este alimento no dia a dia é através do chá. Basta juntar uma colher de sopa cheia de cominhos a um litro de água, deixar ferver e tapar. Esperar dez minutos e servir.

::: As informações contidas nestas páginas são resultado de pesquisas bibliográficas desenvolvidos pelo autor. Contudo, não deverão ser usadas como diagnóstico, pois cada caso terá a sua especificidade. Consulte sempre um profissional de saúde. ::: www.facebook.com/alquimiadoeu.eu  :  miguel.laundes@gmail.com  :  © Miguel Laúndes, 2021
Desenvolvido por Webnode
Crie o seu site grátis!