A Causa Primária do Cancro - 1


Acho que todos nós já nos perguntamos porque será que, com tanta tecnologia hoje, uma doença tão antiga como o cancro, ainda não tem solução? Vamos tentar entender!

No ano de 1931 um cientista recebeu o prémio Nobel por descobrir a causa primária do cancro? Mas, espera aí, se a causa foi descoberta, por que ainda não descobriram a cura??? É esta reflexão que me proponho neste artigo. Foi este senhor, Otto Heinrich Warburg (1883-1970), que ganhou o Prémio Nobel em 1931 por sua tese "A causa primária e a prevenção do cancro". Segundo este cientista, o cancro é a consequência de uma alimentação antifisiológica e um estilo de vida antifisiológico.

Mas, porquê? Porque uma alimentação antifisiológica - dieta baseada em alimentos acidificantes + sedentarismo, cria em nosso organismo um ambiente de acidez. A acidez, por sua vez, expulsa o oxigénio das células. E afirmou:

"A falta de oxigénio e a acidez são as duas caras de uma mesma moeda: quando você tem um, você tem o outro".

Ou seja, se você tem acidez em excesso, então automaticamente falta oxigénio em seu organismo! Só por este começo, sugiro que você leia meu outro artigo sobre ozono e entenderá porque aplico em mim e em minha família.

Outra afirmação interessante:

"As substâncias ácidas repelem o oxigénio; em oposto, as substâncias alcalinas atraem o oxigénio"

Isso quer dizer que, um ambiente ácido é sempre um ambiente sem oxigénio. E ele afirmava ainda que:

"Privar uma célula saudável de 35% de seu oxigénio durante 48 horas, pode convertê-la em cancerígena."

"Todas as células normais tem como requisito absoluto o oxigénio, porém as células cancerosas podem viver sem oxigénio - uma regra sem excepção. Os tecidos cancerosos são tecidos ácidos, enquanto que os tecidos saudáveis são alcalinos."

Em sua obra "O metabolismo dos tumores", Warburg demonstrou que todas as formas de cancro se caracterizam por duas condições básicas: a acidose (acidez do sangue) e a hipóxia (falta de oxigénio). Também descobriu que as células cancerosas são anaeróbias (não respiram oxigénio) e NÃO PODEM sobreviver na presença de altos níveis de oxigénio; em troca, sobrevivem graças à GLICOSE, sempre que o ambiente está livre de oxigénio. Portanto, o cancro não seria nada mais que um mecanismo de defesa de determinadas células do organismo para continuar com vida em um ambiente ácido e carente de oxigénio.

Resumindo:

Células sadias vivem em um ambiente alcalino e oxigenado, o qual permite seu normal funcionamento; células cancerosas vivem em um ambiente extremamente ácido e carente de oxigénio.

IMPORTANTE

Uma vez finalizado o processo da digestão, os alimentos, de acordo com a qualidade da proteína, hidrato de carbono, gordura, minerais e vitaminas que fornecem, gerarão uma condição de acidez ou alcalinidade no organismo. Ou seja, esta parte depende principalmente do que você come! Mas isto é apenas o princípio de tudo, pois existe uma complexidade enorme sobre tudo que causa dano em seu organismo.

O resultado acidificante ou alcalinizante mede-se através de uma escala chamada pH (Potencial Hidrogénio) cujos valores se encontram em um nível de 0 a 14, sendo o pH 7, um pH neutro, acima de 7 o pH é alcalino e abaixo de 7 o pH é considerado ácido. Você vai começar a entender em breve, que até o líquido que você toma diariamente pode ser danoso e ter um pH altamente prejudicial, portanto devemos escolher inclusive a água que bebemos, é simples!

É importante saber como os alimentos ácidos e alcalinos afectam a saúde, já que para que, as células funcionem de forma correcta e adequada, seu pH deve ser ligeiramente alcalino. Em uma pessoa saudável, o pH do sangue se encontra entre 7,40 e 7,45. Leve em conta que se o pH sanguíneo caísse abaixo de 7, entraríamos em estado de coma, próximo a morte.

FONTE:  blog do drvictorsorrentino


::: As informações contidas nestas páginas são resultado de pesquisas bibliográficas desenvolvidos pelo autor. Contudo, não deverão ser usadas como diagnóstico, pois cada caso terá a sua especificidade. Consulte sempre um profissional de saúde. ::: www.facebook.com/alquimiadoeu.eu  :  miguel.laundes@gmail.com  :  © Miguel Laúndes, 2021
Desenvolvido por Webnode
Crie o seu site grátis!